Edgar

Brasil goleia Honduras em último amistoso antes da Copa América e consegue a maior goleada desde 2012.

Publicado em ESPORTES
Domingo, 09 Junho 2019 19:20

A torcida gaúcha foi diferente de outras apresentações da Seleção Brasileira em Porto Alegre, e desta vez não lotou as dependências do Beira-Rio. Pouco mais de 16 mil pessoas testemunharam, neste domingo, o massacre de 7 a 0 sobre Honduras, que jogou com dez jogadores desde os 30 minutos do primeiro tempo, no último amistoso antes do início da Copa América. A estreia do Brasil na competição continental será na sexta-feira, diante da Bolívia, no Morumbi, às 21h30min, em partida do Grupo A, que conta ainda com os selecionados da Venezuela e do Peru.

A pressão do Brasil foi intensa desde o começo do amistoso, pois sabia da fragilidade de Honduras. Aos 6 minutos, o VAR entrou em ação quando Gabriel Jesus cabeceou para as redes, e ela já havia ultrapassado a linha quando Richarlison tocou na bola – no primeiro momento o bandeira havia dado impedimento do atacante do Everton. Aos 13 minutos, após escanteio o zagueiro Thiago Silva fez 2 a 0, de cabeça. Aos 18 minutos, Richarlison lançou Philippe Coutinho, que na cara do goleiro, chutou mal, para fora.

Honduras ficou com dez jogadores aos 30 minutos iniciais, quando Quioto recebeu cartão vermelho após cometer falta dura em Arthur. O volante brasileiro, lesionado no joelho direito, teve de ser substituído, entrando Allan em seu lugar. E o meia do Napoli teve participação no terceiro gol, que saiu ainda no primeiro tempo. Allan passou para Richarlison, derrubado na área. Pênalti, que Philippe Coutinho cobrou e anotou o 3 a 0 aos 36 minutos. Quatro minutos depois, Philippe Coutinho chutou forte, da entrada da área e acertou a trave do goleiro Luiz López. Aos 41 minutos, o arqueiro hondurenho evitou o quarto gol, espalmando chute de Gabriel Jesus e mandando a bola para escanteio. Na sequência, Philippe Coutinho mandou novamente a bola na trave. Mais um gol desperdiçado aos 43 minutos, com Richarlison, que sem goleiro, cabeceou para fora.

Logo no primeiro minuto do segundo tempo, Gabriel Jesus recebeu passe de Richarlison, que sem ângulo anotou o quarto gol do time de Tite. Nos dois minutos seguintes, duas outras chances de o Brasil marcar o quinto, mas a zaga de Honduras conseguiu afastar o perigo. O quinto gol chegou aos 10 minutos, em jogada pessoal de David Neres, que escapou pela esquerda, cortou o zagueiro e rolou a bola para as redes. Roberto Firmino já havia perdido duas outras chances, quando aos 19 minutos entrou na área e encobriu o goleiro adversário para anotar o sexto gol brasileiro. Logo após o gol, o gremista Everton entrou no lugar de Phillipe Coutinho, dividindo o estádio. Os colorados vaiaram o atacante e os gremistas aplaudiram a cada toque da bola dele. E Everton teve participação direta no sétimo gol, ao avançar pela esquerda e cruzar para Richarlison apenas empurrar a bola para as redes: 7 a 0 aos 24 minutos finais.

Por pouco David Neres não marcou o oitavo gol, aos 33 minutos, depois que Fernandinho deu um violento chute de fora da área e o goleiro espalmou nos pés do atacante do Ajax. Desequilibrado, ele chutou e a bola bateu no pé do arqueiro e foi para fora. Seria escanteio, mas o árbitro assinalou tiro de meta, equivocadamente. Massacrada, Honduras se fechou na defesa nos minutos finais para evitar sofrer mais gols. Conseguiu o intento. E agora a seleção caribenha volta suas atenções para a Copa Ouro, espécie de Copa América da Concacaf, que se inicia no dia 14 nos Estados Unidos.

A Seleção Brasileira, por sua vez, começa a pensar agora somente em Copa América, competição que não conquista desde 2007, e da qual possui oito títulos.

multi coisas
shalom 2
anuncie aqui 3
anuncie aqui 4

OBS Comunicações