Edgar

Athletico-PR empata com o Vasco em jogo marcado pelo VAR.

Publicado em ESPORTES
Domingo, 22 Setembro 2019 21:26

Fora de casa, o Athletico-PR empatou o Vasco por 1 a 1 neste domingo (22), pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. O lateral Madson abriu o placar pelo Furacão, mas Danilo Barcelos, em pênalti assinalado pelo VAR, igualou. Depois, os cariocas ainda tiveram o gol de Raul anulado pelo árbitro de vídeo.

Depois do título inédito na Copa do Brasil, era esperado que o técnico Tiago Nunes poupasse os titulares. Mas não foi isso que aconteceu: mesmo com um único treino para a partida, o Furacão teve apenas três jogadores poupados: Márcio Azevedo, Nikão e Marcelo Cirino.

CLASSIFICAÇÃO DO BRASILEIRÃO

Com o resultado, o Athletico chega aos 27 pontos e aparece provisoriamente na nona posição. O time ainda pode ser ultrapassado pelo Atlético-MG, que enfrenta o Avaí nesta segunda-feira (23).

Além disso, o Furacão não vence na Série A há três jogos, vindo também de uma derrota para o Avaí e empate com o Santos.

Já o Vasco fica com 24 pontos e fica na 11ª colocação.

PRÓXIMOS JOGOS

O Athletico se prepara agora para receber o Fortaleza na quinta-feira (26), às 21h30, na Arena da Baixada. Será a primeira exibição do time rubro-negro sob os olhos torcida após o título da Copa do Brasil.

Já o Vasco só atua no próximo final de semana. Isso porque o adversário da 21ª rodada da Série A é o Atlético-MG, que tem a semifinal da Copa Sul-Americana nesta quinta-feira (26). Ou seja, o duelo foi adiado para o dia 2 de outubro.

Com isso, o técnico Vanderlei Luxemburgo terá a semana cheia antes do jogo contra o Corinthians, também semifinalista da Sula. O duelo entre o Timão está marcado para o próximo domingo (29), às 11h, na Arena Corinthians.

VAR CAUSA RECLAMAÇÃO DOS DOIS LADO

Durante o primeiro tempo, o Athletico foi organizado, como é de praxe. Na etapa final, o jogo aumentou de intensidade e o Furacão abriu o placar aos três minutos. Abner cobrou falta na área, o goleiro Fernando Miguel saiu mal e a bola ficou para Madson balançar as redes.

O problema foi que o árbitro de vídeo ajudou o juiz Anderson Daronco a assinalar uma penalidade para o Vasco. Danilo Barcelos cobrou falta e a bola bateu no braço de Rony.

Com o auxílio do replay, Daronco deu o pênalti – para muita reclamação dos rubro-negros. O próprio Danilo Barcelos foi para a cobrança. Santos acertou o canto e resvalou na bola, mas não impediu o empate cruzmaltino.

O Vasco virou com Raul, mas o lance foi anulado pelo VAR por uma falta em Santos. O goleiro fez uma defesaça no chute de Henríquez e depois sofreu um pisão do zagueiro vascaíno, antes de Raul soltar uma pancada para balançar as redes. A torcida vascaína “homenageou” Daronco, que acabou sendo o vilão para os dois lados.

No lance final, Clayton errou a cabeçada e desperdiçou a última chance do jogo

Papelaria do Estudante
multi coisas
Fonecell
shalom 2
anuncie aqui 3
anuncie aqui 4

OBS Comunicações